Passar para o Conteúdo Principal

Orçamento Participativo

Co 062017   or amento participativo 1 1024 2500
26 Junho 2017

 Orçamento Participativo:

vencedores são conhecidos

 Já são conhecidas as propostas vencedoras do Orçamento Participativo de Sever do Vouga que serão integradas no Orçamento Municipal 2017. “Escarpas do Gresso” (freguesia de Rocas do Vouga), “Ponto i – Sever Inclui” (Silva Escura) e “Melhoramento do abrigo para animais abandonados” (Sever do Vouga) foram os projetos mais votados. O anúncio foi feito no último dia (30 de Julho) da FicaVouga’17.

Com 728 participantes e 1869 votos registados, a Câmara Municipal de Sever do Vouga acredita que esta primeira edição do Orçamento Participativo cumpriu o propósito de aproximar os munícipes da gestão da vida pública. “Os severenses foram chamados para apresentar as suas ideias e votar nos seus projetos preferidos. A população mobilizou-se para encontrar soluções para os seus problemas e, neste sentido, tivemos uma adesão muito boa, quer pela qualidade das propostas, quer pela participação na votação”, afirma António Coutinho, presidente da autarquia severense.

Das 12 propostas à votação, “Escarpas do Gresso”, no valor de 24.747,60 euros, foi a que reuniu mais votos (276). O projeto propõe a valorização das margens do rio Gresso, através da implementação de um trilho pedonal acompanhando as quedas do rio, com aplicação de painel informativo, placas direcionais, construção de passadiço em madeira, vedação, limpeza, remoção da vegetação ao longo do trilho e, ainda, criação de um folheto promocional para divulgação. Em segundo lugar, com 257 votos, os severenses escolheram o projeto “Ponto i – Sever Inclui”, que defende o turismo acessível para todos. Para isso, propõe a aquisição de uma cadeira todo o terreno para pessoas com mobilidade reduzida, no valor de 3.600,00 euros, para que possam aceder a todos os pontos de interesse turístico do concelho. Por fim, o “Melhoramento do abrigo para animais abandonados” foi o terceiro projeto mais votado (232 votos) e prevê a realização de obras, no valor de 21.652,40 euros, como a implementação de rede de águas pluviais e de saneamento, pavimentação, cobertura do espaço, reparação da vedação, colocação de portão e arranjos exteriores com plantação de árvores para sombreamento e proteção dos animais.

A verba disponibilizada para a execução das propostas, neste ano de arranque, é de 50 mil euros, pelo que o terceiro projeto mais votado deverá sofrer um reajuste com vista a enquadrar-se no montante previamente definido. Com este resultado, todas as freguesias são beneficiadas de uma forma direta, uma vez que os projetos “Melhoramento do abrigo para animais abandonados” e “Ponto i – Sever Inclui” irão servir todo o concelho. A votação reflete ainda uma forte aposta dos munícipes no Turismo, através dos projetos “Escarpas do Gresso” e “Ponto i – Sever Inclui”.

Com o anúncio dos projetos vencedores, “estamos próximos de encerrar um ciclo que teve início há alguns meses e que envolveu todas as freguesias do nosso concelho, promovendo a participação dos munícipes na gestão da vida pública e na definição das prioridades da ação municipal”, explica António Coutinho que realça a importância do Orçamento Participativo na medida em que “ajudou a fortalecer a democracia local”. O autarca já defendeu publicamente a continuidade do Orçamento Participativo, acrescentando que é objetivo da Câmara Municipal reforçar a verba disponibilizada para este fim.