Passar para o Conteúdo Principal

Breve História

logo BIBLIOTECA cores_tamanho 1
A Biblioteca Fixa n.º 130 da Fundação Calouste Gulbenkian foi instalada em Sever do Vouga no dia 2 de Abril de 1969, ocupando uma pequena sala no rés-do-chão do edifício da Câmara Municipal.

A Biblioteca foi instalada no âmbito do Serviço de Bibliotecas Fixas da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG), iniciado em 1960 e dirigido por Branquinho da Fonseca, em que as autarquias cediam as instalações para o serviço e a FCG suportava todas as restantes despesas. Este serviço incorporava já os princípios básicos da leitura pública moderna, ou seja, o serviço gratuito para todos, o empréstimo domiciliário e o livre acesso às estantes. Durante muitos anos este foi o único contacto que a população severense teve com os livros.

Em Dezembro de 1992, a Câmara Municipal transferiu o espólio bibliográfico para um novo espaço, o antigo quartel da GNR, na Avenida Comendador Augusto Martins Pereira, n.º 40. A partir desta altura, a Biblioteca Fixa funcionou com um horário de atendimento ao público mais alargado, estando aberta de segunda a sexta-feira.

Com a implementação gradual do Programa Nacional de Leitura Pública, do então designado Instituto Português do Livro e da Leitura, a partir de 1987, que visava a construção de bibliotecas de feição mais moderna, de acordo com os princípios do Manifesto da UNESCO, as bibliotecas itinerantes e fixas da FCG foram decrescendo progressivamente até à extinção.

No dia 13 de Dezembro de 2002, a Fundação Calouste Gulbenkian fez a doação do espólio bibliográfico à Câmara Municipal, que já se encontrava a desenvolver os trabalhos de implementação do que viria a constituir a Biblioteca Municipal de Sever do Vouga, da Rede Nacional de Leitura Pública (RNLP).

Em 25 de Julho de 2009 é inaugurada a Biblioteca Municipal de Sever do Vouga, situada no Parque Urbano da Vila, integrada na Rede Nacional de Bibliotecas Públicas impulsionada pela Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas.